A Espinheira Santa, de nome científico Maytenus ilicifolia, pode ser conhecida por vários nomes populares dependendo da região, como por exemplo: cancerosa, cancorosa, cancorosa-de-sete-espinhos, cancrosa, cangorça, coromilho-do-campo, erva-cancerosa, espinho-de-deus, espinheira-divina, limãozinho, maiteno, marteno, pau-josé, salva-vidas ou sombra-de-touro.

O que é espinheira Santa?

A Espinheira Santa é uma das plantas medicinais mais utilizadas no Brasil e ainda faz parte da lista de medicamentos recomendados pelo SUS. Para se ter uma ideia dos benefícios da Espinheira-Santa, ela é empregada como fitoterápico, atuando na redução de problemas estomacais, como úlcera gástrica, por exemplo. Ao mesmo tempo, as principais partes da planta utilizadas na medicina popular são suas folhas e o caule desidratados.

Benefícios do chá de espinheira santa

Devido a eficácia da administração da planta, já foram feitas inúmeras pesquisas evidenciando seus benefícios, propriedades e ativos que compõe a Espinheira-Santa. Entre as substâncias identificadas, que são responsáveis pelos benefícios do chá de espinheira santa, podemos citar as que possuem mais ação quando ingeridas, entre elas os terpenos (tringenona, isotenginona II), triterpeno dimérico (congorosinas A e B), triterpenos (ácido maitenóico, maitenina, friedelanol e friedelina), óleos essenciais (friedenelol), taninos, principalmente gálicos (epicatequina, epigalocatequina e galato de epigalocatequina), ácido salasperônico, ácido clorogênico, glicolipídeos (monogalactosildiacilglicerol, digalactosildiacilglicerol, tetragalactosildiacilglicerol e sulfoquinovosildiacilglicerol) e alcalóides (Alcalóides: maitanprina, maitansina, maitanbutina e cafeína).

Loading...

O chá de espinheira santa serve para o que?

Entre as principais propriedades, cujas atividades foram comprovadas por pesquisas coordenadas pela Central de medicamentos (CEME ) do Ministério da Saúde do Brasil, algumas são muito conhecidas. Logo, a principal é seu efeito positivo no auxílio ao tratamento de gastrite e úlcera gástrica, por exemplo, destacando sua ação antiulcerogênica, devido a presença de taninos hidrolisáveis. Da mesma forma, outra substância que apresentou destaque em ensaios in vitro ,foi a maitenina, que teve ação antibacteriana contra o Bacillus subtilis, Stafilococcus aureus e Streptococcus spp.

É depurativo do sangue e laxante

Por fim, estudos com a planta também mostram a indicação popular do chá de Espinheira-Santa como depurativo do sangue e no tratamento de diabetes, além de problemas no sistema urinário e problemas intestinais. Além disso, ainda é possível verificar uma leve ação como diurético e ser um dos tipos de laxantes naturais.

Espinheira Santa mexe com a pressão arterial

Após um estudo realizado pela UFPR, embora não se tenha chegado ao composto (ou compostos) específico com ação hipotensora, deduziu-se que ele age de maneira semelhante à nitroglicerina. Ou seja, quando absorvidas pelo organismo, as substâncias presentes na espinheira santa estimulam a produção de óxido nítrico pelas células endoteliais. Esse gás passa por difusão para as células musculares que circundam os vasos, provocando uma dilatação de ambos e promovendo a queda da pressão arterial. Contudo, o estudo ainda é preliminar e não foi feito ainda em cobaias humanas.

Loading...

Efeitos colaterais do chá de espinheira santa

Atualmente, a indústria farmacêutica já manipula o popularmente chamado limãozinho para a produção de vários medicamentos. Mas, é sempre bom lembrar que sua utilização deve ser feita através de indicação médica e não como auto-medicação, com uso indiscriminado. Apesar de não possui efeitos tóxicos consideráveis após seu uso, é recomendado não administrar o chá de espinheira santa durante a gravidez – pode provocar contrações uterinas, na lactação – por reduzir a secreção láctica, e em caso de hipersensibilidade.

Se preparada sua infusão, a recomendação de ingestão é de 20g das folhas/caule seco da planta para cada 1 litro de água e tomar três a quatro vezes ao dia.
Foto por: CostaPPPR

Referências

Loading...

Anvisa: Maytenus ilicifolia
– Rbfarma: Análise farmacognóstica de amostras de espinheira santa – Maytenus ilicifolia (Schrad.)
Hospvirt: Maytenus I.
LEITE, J.P.V. et al . Constituents from Maytenus ilicifolialeaves and bioguided fractionation for gastroprotective activity. J. Braz. Chem. Soc., São Paulo , v. 21, n. 2, 2010
Florien:
Dermus

Carregar Mais..