Recentemente, a anvisa aprovou uma série de mudanças na tabela nutricional, alterando alguns aspectos na informação nutricional contida nos rótulos dos alimentos. Essa decisão, teve como objetivo reduzir situações em que o consumidor acabava se enganando quanto a composição nutricional dos produtos. A principal queixa dos consumidores era que a rotulagem com a tabela nutricional vinha com frases bem conhecidas, como: “livre de gorduras trans”, “light”, “baixo teor de sódio”, “zero açúcar“, ou ainda “rico em vitaminas, porém com poucas informações.

O que é a tabela nutricional?

A conhecida informação nutricional, chamada ainda por rótulo nutricional, é uma tabela nutricional de informações presentes nos produtos alimentícios que trazem consigo o percentual de vitaminas, gorduras, proteínas, fibras, entre outros compostos. É utilizada para deixar claro ao consumidor o que será consumido, expondo dados referentes a qualidade, quantidade, composição e os possíveis riscos para a saúde, que venham a ser gerados pelos alimentos.

O que muda no rótulo de informação nutricional, agora?

Com a mudança já aprovada, a anvisa pretende trazer mais clareza das informações nutricionais, podendo ajudar o consumidor a escolher com mais precisão os produtos, conforme sua necessidade. Entre as mudanças aplicadas, agora a tabela nutricional deve incluir no rótulo o acréscimo de uma lupa, que irá identificar se o produto possui alto teor dos ingredientes mais perigosos para a saúde, como sódio, gordura saturada e açúcar.

Loading...
Tabela nutricional: o que mudou na informaçao nutricional?

Antes da mudança, o consumidor precisava ter conhecimento nutricional ao ler os rótulos dos produtos. Agora, tudo irá ficar mais claro e mais prático, até mesmo pessoas que possuam algum tipo de alergia ou restrição alimentar.

O que ler no rótulo da tabela nutricional?

Talvez, você pense que somente ler a quantidade de calorias e teores de sódio, carboidratos e proteínas, seja necessário. Mais do que isso, você deve ficar atento aos ingredientes que compõe um produto. Assim, caso você encontre ingredientes com nomes pouco familiares ou estranhos, já saberá que se trata de um alimento ultraprocessado, composto por vários aditivos.

Teor de sódio, gordura saturada e açúcar.

Esses são os 3 principais ingredientes que compõe os alimentos processados e que estarão identificados na parte frontal da embalagem dos produtos. Como sabemos, produtos industrializados com alto teor de sódio, estão relacionados à hipertensão. A gordura saturada por sua vez, está relacionada com doenças cardiovasculares. E o açúcar, por sua vez, está relacionado com diabetes e a obesidade.

Loading...

Referências

– Flávia Francellino, Folha Universal.
– Luciana Aguiar, Nutricionista.
Anvisa/Gov.

Loading...

Carregar Mais..