Na maioria das residencias, a margarina e a manteiga estão lá, no fundo da geladeira, sempre participando do café da manhã ou da tarde. A margarina, por exemplo, já existe há mais de 140 anos e, desde o início, sempre foi o ingrediente que mais acompanhava as receitas de pães, bolos e até para dar consistência em doces. Apesar disso, até hoje temos aquela dúvida quanto aos benefícios do consumo da margarina e da manteiga ou se faz mal para a saúde.

Como surgiu a margarina?

A história do surgimento da margarina já vem da época do governo de Napoleão, quando foi proposto que descobrissem um produto semelhante à manteiga e que fosse facilmente conservado, além de ter um preço mais acessível. O descobridor então, Mége, realizou vários experimentos e conseguiu produzir uma nova gordura, dando origem para a base da margarina. Por título de curiosidade, a palavra margarina é oriunda do grego “margaron” que significa “pérola”, devido à aparência perolada do novo produto.

Como a margarina é feita?

Em um processo bem resumido, podemos descrever como a margarina é feita pelas indústrias. Inicialmente, a margarina é produzida através de um óleo vegetal, que será submetido a um processo de hidrogenação (reação química de adição de hidrogênio em uma molécula). A hidrogenação altera a estrutura molecular de ácidos gráxos e o componente líquido fica sólido. Em seguida, são adicionados branqueadores e aditivos.

Composição da margarina

Entrando mais a fundo nos ingredientes que compõe a margarina, vamos exemplificar com os componentes de uma marca famosa. Em 500 g do produto, encontramos: Água, Óleos Vegetais Líquidos e Interesterificados, Sal (Cloreto de Sódio), Soro de Leite em Pó, Leite em Pó Desnatado, Vitamina A, Estabilizantes: Lecitina de Soja, Mono e Diglicerídeos de Ácidos Graxos, Conservadores: Sorbato de Potássio, Benzoato de Sódio, Acidulante: Ácido Cítrico, Antioxidantes: TBHQ. EDTA e BHT, Aromatizante: Aroma Idêntico ao Natural e Corantes: Urucum e Cúrcuma.

O consumo de margarina faz mal para a saúde?

Para responder a essa questão, vamos usar o trecho mencionado pelo Nutrólogo André Veinert à matéria do Portal OTempo. “Olhando a composição da margarina, já podemos ter pistas sobre o que é mais saudável. A margarina é um produto artificial, rico em gordura e cheio de aditivos, o que pode dificultar a metabolização do organismo”. Com isso, podemos deduzir que o uso da margarina poderá aumentar o nível da lipoproteína de baixa densidade ou de colesterol ruim no sangue.

Além disso, a margarina é rica em Ômega 6, nutriente que se ingerido em grande quantidade aumenta os riscos de desenvolver processos inflamatórios e doenças coronárias Porém, quando consumida de forma equilibrada, ela pode ser um alimento que não gera muitos malefícios à saúde.

Neste caso, a manteiga é mais saudável e não faz mal para a saúde?

A resposta aqui é sim e não! Por sua vez, a manteiga é produzida através do leite animal como o de vaca, de carneiros, de cabra, entre outros, pelo processo mecânico simples de agitação. A manteiga é composta por cerca de 83% de gordura, sendo o restante água e resíduos de lactose e de butirina, um tipo de gordura.

Como é feita por um alimento de origem animal, a manteiga possui uma alta concentração de gordura saturada. Porém, mesmo sendo um alimento rico em gordura saturada e colesterol, a manteiga é um produto natural, que pode ser metabolizado naturalmente pelo nosso corpo.

Por fim, em uma publicação realizada pela nutricionista Mariana Claudino, ela afirmou que mesmo sendo um produto de origem animal, sem adição de conservantes químicos, devemos manter cautela quanto ao uso exagerado da manteiga: ” A ingestão em excesso da gordura saturada está comprovadamente associado a riscos para a saúde”.

Carregar Mais..